Entenda como a redação do Enem é avaliada

Entenda como a redação do Enem é avaliada. Foto: G1.

Sumário

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma das partes mais temidas pelos estudantes que almejam ingressar em uma universidade ou obter uma bolsa de estudos. Não é para menos, afinal, a redação representa uma parcela significativa da nota final e pode ser determinante para o sucesso no exame. Para ajudar educadores a preparar seus alunos de maneira mais eficaz, este artigo oferece uma visão detalhada sobre como a redação do Enem é avaliada. Vamos desvendar esse mistério juntos!

 

Critérios de Avaliação da redação do Enem

A prova de Redação no Enem se destaca por sua abordagem única na correção. Enquanto outras disciplinas são avaliadas pela Teoria de Resposta ao Item (TRI), os corretores do exame analisam a redação com base em cinco competências específicas, avaliadas de zero a 200 pontos, com exceção da segunda que é pontuada de 40 a 200 pontos. A competência 2 tem avaliação diversa das demais porque aqui a nota zero significaria a inadequação ao tipo textual, que é um caso de anulação do texto. Vamos analisá-las uma a uma:

  1. Domínio da escrita

O domínio da escrita se refere à habilidade do candidato de utilizar a norma-padrão da língua portuguesa, demonstrando um bom controle gramatical, sintático e ortográfico. Como educador, é fundamental que você incentive seus alunos a praticarem a escrita formal, evitando erros comuns de português.

A competência de domínio da escrita avalia a capacidade do estudante de expressar suas ideias de forma clara e coesa. Os corretores observam a estrutura textual, a organização das informações e a progressão argumentativa.

Portanto, incentive seus alunos a praticar a escrita regularmente, abordando diferentes gêneros textuais e estruturas. É fundamental que eles saibam construir uma introdução, desenvolvimento e conclusão consistentes. Além disso, promova atividades de revisão e correção de textos em sala de aula. Incentive, também, a leitura de obras literárias e textos jornalísticos para melhorar o vocabulário e a familiaridade com a língua.

  1. Compreensão da proposta

Os candidatos precisam demonstrar que entenderam claramente o tema proposto e que conseguem desenvolver uma abordagem adequada ao assunto. Aqui, avalia-se como repertório sociocultural: fatos, dados, citações, informações e experiências que sustentam a tese do candidato. Embora os textos motivadores possam basear o repertório, isso limita a nota máxima a 120 pontos. Assim, para obter pontuações mais altas, espera-se que o candidato apresente um repertório próprio, respaldado nas Áreas do Conhecimento.

Como educador, você pode ajudar seus alunos a aprimorar essa habilidade por meio de práticas de interpretação de texto e discussões sobre temas atuais. Dessa forma, treine seus alunos para analisar cuidadosamente a proposta da redação e garantir que todas as partes dela sejam abordadas em seu texto. Além disso, você pode realizar debates em sala de aula sobre questões sociais, políticas e culturais para melhorar a capacidade de análise e interpretação de temas diversos.

  1. Argumentação

Os candidatos precisam apresentar argumentos consistentes e embasados, apoiados por dados, exemplos e informações relevantes. Logo, incentive seus alunos a pesquisarem e coletarem dados sobre os temas que podem ser abordados no Enem para que eles pratiquem a argumentação, explorando diferentes pontos de vista e apoiando suas opiniões com dados concretos e exemplos relevantes.

Conforme a cartilha fornecida pelo Inep sobre esta competência , a “autonomia do texto” é o ponto central da Competência III. Isso significa que o texto deve se sustentar por si só, sem depender do conhecimento exterior do leitor ou mesmo dos textos motivadores, para ser compreensível e coeso. O texto deve ser autoexplicativo.

  1. Estrutura do texto

Organizar as ideias de forma coerente e coesa, apresentando uma introdução, desenvolvimento e conclusão bem estruturados é um critério importante. Como educador, você pode orientar seus alunos a praticar a elaboração de textos com estrutura sólida.

Esta competência está relacionada à gramática, ortografia e coesão textual. Logo, os corretores avaliam a capacidade do estudante de utilizar a norma culta da língua portuguesa e manter a fluidez do texto. Portanto, ensine seus alunos a criar um esboço antes de começar a escrever, definindo claramente a introdução, os argumentos e a conclusão. Isso ajuda a manter a organização do texto. Também é importante enfatizar a importância da revisão antes de entregar a redação.

  1. Proposta de intervenção

A última competência avalia a capacidade do candidato de apresentar propostas de solução para o problema abordado no texto. Essas propostas devem ser viáveis e alinhadas com a argumentação desenvolvida. Como educador, você pode estimular seus alunos a pensar de forma criativa e a buscar soluções realistas para os desafios apresentados nos temas do Enem.

Você pode incentivar seus alunos a pensar criativamente e a propor soluções realistas e factíveis. Eles devem estar preparados para ir além da análise do problema e oferecer alternativas concretas.

 

 

Dicas finais

  1. Treine seus alunos para escreverem textos dissertativos-argumentativos regularmente.
  2. Explore temas da atualidade em suas aulas para estimular o pensamento crítico.
  3. Incentive a leitura, pois ela contribui para o desenvolvimento da escrita.
  4. Promova simulados de redação para que seus alunos pratiquem sob condições semelhantes às do Enem.
  5. Lembre-se de que a prática constante é a chave para o sucesso na redação do Enem.

Agora que você compreende como a redação do Enem é avaliada, pode guiar seus alunos de maneira mais eficaz na preparação para o exame. Lembre-se de que a prática, a revisão constante e o desenvolvimento das competências essenciais são fundamentais para alcançar sucesso nessa importante etapa do Enem. Com dedicação e preparo adequado, seus alunos estarão mais preparados para enfrentar o desafio da redação e conquistar seus objetivos acadêmicos. 

Conhecer a correção em profundidade é capacitar os alunos para enfrentarem o desafio da redação do Enem com confiança. Conte com a Estuda.com em cada passo da sua jornada educacional!

Compartilhe

Materiais gratuitos para gestão escolar

Para apoiar o seu cotidiano e responder e trazer dados relevantes que podem auxiliar no seu dia a dia como educador!